Sobre gaivotas e ventos

“Por falar em gaivotas, já impressionei muita gente nem tão boba, com uma visão que havia tido de que naquele dia, na ponte encontraria várias gaivotas planando, (até aí tudo bem) alinhadas sobre o parapeito voltado para barra da baía. Todas do mesmo lado.
Em mais de 90% dos dias o vento entra da barra pra dentro da baía, tanto é que quase sempre os aviões decolam e pousam de bico para o Pão de Açucar. O vento que vem de fora, bate no costado da Ponte e gera uma ascendente que garante o planeio das bichas. De um lado é ascendente, do outro forma o que os voadores de asas chamam de buraco.
Na próxima vez que vier a Niterói, comente com seus companheiros a sua visão, que dificilmente falha.”

Moacyr Bogado