Falta de informação é isso

Segue abaixo uma série de perguntas simples postadas por mim no site especialmente dedicado às Doenças sexualmente transmissíveis (DST) do Ministério da Saúde. Visite o site.

“Estou escrevendo uma matéria sobre AIDS e gostaria de saber qual o percentual de risco enfrentados por heterossexuais saudáveis nos casos discritos abaixo:
1) homem saudável mantém relação vaginal com mulher infectada.
2)homem saudável mantém relação anal com mulher infectada.
3) homem saudável mantém relação oral com mulher infectada.
4) mulher saudável mantém relação vaginal com homem infectado.
5) mulher saudável mantém relação anal com homem infectado.
6) mulher saudável mantém relação oral com homem infectado.

Gostaria também de indicações de pesquisas e fontes que fundamentassem esses percentuais.”

Talvez pareça incrível a pais de adolescentes que essas questões não sejam sequer tocadas no site do governo. Não se fala em números e mesom os números percentuais são nebulosos. A preocupação constate é de afirmar que a AIDS não é uma doneça ainda tipicamente de homossexuais e usuáriso de drogas injetáveis.

Será que para manter essa afirmação é preciso esconder ou maquiar os dados?

A pergunta sobre os riscos reais dos heterossexuais é fundamental porque a ênfase no uso da camisinha como fórmula preventiva pode estar atrapalhando desnecessariamente o desenvolvimento sexual dos adolescentes.