Sobre os traidores

“A nation can survive its fools, and even the ambitious. But it cannot survive treason from within. An enemy at the gates is less formidable, for he is known and carries his banner openly. But the traitor moves amongst those within the gate freely, his sly whispers rustling through all the alleys, heard in the very halls of government itself.

For the traitor appears not a traitor; he speaks in accents familiar to his victims, and he wears their face and their arguments, he appeals to the baseness that lies deep in the hearts of all men. He rots the soul of a nation, he works secretly and unknown in the night to undermine the pillars of the city, he infects the body politic so that it can no longer resist. A murder is less to fear.”

Marcus Tullius Cicero (106-43 AC)

3 Comentários

  1. O outro lado.O traidor age assim por dois motivos prováveis: tem razões para se opor a quem trai sem poder combatê-lo abertamente, pois está certo de ser derrotado; e por lhe ser prazeroso agir assim.No primeiro caso, trata-se de tática de sobrevivência. No segundo, de sadismo, demência.Quem você refere? Em princípio, imagino, todos que, sem se revelarem, se opõem e dão combate ao ideal de nação em que outros acreditam. Talvez isto seja indício de que semelhante ideal parece aos tais traidores (sempre supostos, pois comportam-se como patriotas) excluí-los, quiçá perigosamente: por isso agem na sombra. Para evitar dores de cabeça, sugiro que se revisem os ideais, tornando-os mais palatáveis para todos, visto serem todos partícipes numa sociedade.Se são os loucos os alvos, nada há a fazer senão ir tocando a vida. Gente assim é imprevisivelmente comum.Por fim, existe a possibilidade em que o traidor é justo quem se diz secretamente traído: de todos, é o mais perigoso e o mais insano.

  2. Provavelmente… Achei num site e me pareceu muito próprio ao Brasil neste momento. Sinto um cheiro crescente de ismos no ar. O “aquecimento global” não me parece uma expressão que descreva uma realidade imediata ambiental ou climática, mas militar e polítca.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *