O ouro e a crise

“O defeito do ouro, por sobre o euro ou o dólar – as duas principais moedas de reserva – está no fato de ser ativo físico de bolsa, com pés nas flutuações de oferta e procura.

A Rússia, por exemplo, está estocada de ouro até o telhado. Se ela, para aprovetiar a alta, desovar alguma tranche no mercado – lá se vai também o ouro pro brejo – e em escala global.” Joelmir Betting, A Bolha de Ouro, 04/02/09

* * *

O que mais se tem ouvido falar é sobre exatemtne a volta do padrão-ouro. Então imaginem se a Rússia “se oferecesse” para salvar o euro – uma moeda que nada fica devendo ao dólar em termos de falta de lastro – em troca de sua inserção na União Européia?

Um euro rastreado em ouro russo. Será esse o “objetivo” dessa crise?