Leitura e pobreza

Uma das maiores tolices sobre o baixo índice de leitura dos brasileiros ouvi agora na TV, num documentário ds TVE sobre a biblioteca de José Mindlin, foi dita por Antonio Candido. Segundo ele, o brasileiro lê pouco porque o país é economicamente injusto.

Depois até gostaria de pensar mais longamente sobre as causas da aversão à leitura dos brasileiros, mas a falta de dinheiro é a menor delas. Cito a mim como exemplo: há anos que só compro livros em sebo. Raramente gasto mais do que 20 reais em um livro, preço pago por uma edição em capa dura de Os Lusíadas, publicada como parte das comemorações do sesquicentenário da Independência. Mas o preço médio dos livros que compro é de 10 reais. Mas fuçando em sebos e feiras é comum encontrar livros ainda mais baratos.

Ou seja, quem quer ler, lê – dinheiro não é obstáculo.