… ah, essa loucura de ventos torna o sol intermitente: aqui tem, ali não. Onde agora? (Mas a essa hora, já está lotada a praia. A cidade toda corre para a orla, como num funil. Deve ser interessante ver uma animação cromática desse fluxo, as pessoas em vermelho, vistas bem de cima, de modo que pudessemos visualizá-las partindo de todos os pontos da cidade em direção à orla – a idílica praia, paraíso terrestre, urbano, selvagens seminus torrando ao sol e renascendo a cada mergulho…)

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *