Feliz Páscoa 2

(Come chocolates, pequena; Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folha de estanho,
Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.)

Para ler o poema inteiro, clique aqui.

[podcast]http://www.cafeimpresso.com.br/cafeimpresso/files/2010/04/chocolates.mp3[/podcast]

1 Comentário

  1. Estes versos da Tabacaria me fizeram recordar a Miguel Torga (Dá-me a tua Mão). Talvez pela metafísica que esta Páscoa está redendo. Boa noite.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.