a hora da verdade

Hoje foi Brasil. Luis Fabiano desencantou e fez um gol que só lembro de Pelé ter feito, em 58: dois lençóis seguidos, a matada no peito e o tiro seco. De esquerda. Golaço. Levou no braço, sem dúvida. Ou melhor, trouxe no braço. Mas eu faria como o juiz, não daria. Porque foi muito bonito o lance. Não mais bonito que o de Pelé na decisão com a Suécia.

E o primeiro também foi golaço. Um chutaço de cruzado, de direita, no ângulo – e com essa bola.

Agora na Band, Luis Fabiano lembrou que el e Kaká jogavam juntos no São Paulo. Eu já nem lembrava disso. Acho que talvez tenha sido bom Kaká ter sido expulso agora. Alguém tem de entrar e mostrar que sabe substituir Kaká. Assim poderemos ter os dois na proxima etapa.

Achei o desempenho animador. Ainda falta o setor esquerdo funcionar de fato. Robinho está demais! Ele fez o papel de Kaká que assim ficou muito mais à vontade.

3 Comentários

  1. Quanto ao Robinho, Antônio, vou ter que discordar. Realmente, não o vi jogando esse bolão. Ele esteve bem melhor contra a Coréia do Norte. Vamos aguardar. No entanto, como disseste, os juízes estão jogando demais…

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *