..!

Mas o que ensina esse ir e e vir regular e incessante dos passaros na minha janela? Que a vida já é o sentido. Que vida dá sentido ao movimento . Porque a vida tem um sentido, um propósito: durar. A vida que há em tudo quer durar. Durar e se reproduzir. Então a vida é o mundo dotado de sentido, propósito – escrevem no céu as fragatas com suas asas em forma de letras.

(Reproduzir aqui tem um sentido muito amplo que não se resume a produzir filhos. Fernando Pessoa não deixou filhos, mas deixou Tabacaria. Durar significa na prática sobreviver: se manter vivo. Comer e dormir bem e em paz. )