vento leste

Vem do leste o vento que entra agitando os papéis sobre a mesa e espalhando no céu pinceladas de nuvem que não prometem chuva, as sonsas, nem frio além dessa temperatura tão agradável que eu chamo de cálida apenas porque soa bem e não sei como chamar esse friozinho carioca de vinte e poucos graus que não me exige mais do que uma camiseta e uma propensão ao arrepio que facilmente se consuma quando você chega assim, falando no meu pescoço…

 

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.