catete

Catete_n

Ainda estão lá os prédios. Acredito que tenham sido tombados. Eu passava todo dia por eles a caminho da escola. Até meados dos anos 70, a paisagem não mudaria substancialmente, resultado mais da decadência do bairro com a mudança da capital para Brasília do que de qualquer sentido de preservação histórica.

Lembro com alguma clareza de andar de bonde. Um bonde que não era muito diferente desse da foto. Íamos sempre até a Lapa e cruzar os Arcos era sempre um acontecimento. Na Lapa, ficavam a cervejaria do meu pai, a casa de minha tia favorita e a Ordem do Carmo, o hospital de que éramos irmãos, tudo isso a uma distância de dois ou três quarteirões. Lembro-me de brincar de esconder com meu pai nos imensos tonéis de cerveja e até hoje o cheiro do lúpulo me transporta para esse tempo. Éramos então muito felizes. Mas, tudo estava prestes a ruir.

(continuo mais tarde)