Descanse em paz

Tenha a esperança, a fé, que Nossa Senhora já esperava minha mãe na porta do Céu: “Vem Hilda, vem que eu quero que você conheça meu Filho.” E lá foram as duas, muito mães, enlaçadas de luz.

* * *

“Aquele que habita o esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.”
Salmo 91:1

(Era o que estava gravado na caneca que a serviu por quase vinte anos)

2 Comentários

  1. Que Deus o conforte. E que ela siga seu caminho segura de que seu filho aprendeu a viver sem ela. Toda boa mãe quer isso.
    Meus Pêsames, Antonio.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.