No dia do Juízo

… e então finalmente se fecharão as tuas chagas,
e já não sangrará teu coração de fogo,
livre da cruz e dos espinhos.
E então finalmente as trevas se converterão
em esquecimento, o genuíno perdão
que devolverá à figueira o que lhe é devido.