Dia de Iemanjá

Todo dia 2 de fevereiro insisto na idéia de que a festa de Iemanjá aqui no Rio deveria passar para esse dia, para coincidir com a festa baiana, uma vez que a estupidez do César Maia transformou o que era a mais bela festa popular carioca naquela monotonia espalhafatosa dos fogos – sempre iguais todo ano em todo o mundo.

Este ano, para comemorar, achei no You Tube este canto de louvor a Iemanjá, lindíssimo. Quem souber dizer mais sobre esse cantos, por favor, deixe uma palavra nos comentários.

1 Comentário

  1. Sempre me chamou a atenção o poder maior da cultura negra. O índio não se deixou escravisar… seria por isso que são tão menores os seus legados? Acho bonito oferecer um barco de flor para Iemanjá. E onde não tem mar? Por que não ter o dia da deusa doce, Iara. Ela é tão débil em relação a Iemanjá. Eu fico imaginando a tristeza daquela moça bonita sobre uma pedra na beira de rio cercada de verde. E gosto de pensar que em cada redemoinho… tem uma Iara embaixo. O redemoinho puxa pro fundo e Iemanjá sobe nas ondas… mas puxa para o fundo também.

    Adorei o barulho do mar na música e queria muito saber que palavras são aquelas.

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *