questão de método

Um cara que se chama Kennedy ser antiamericano é um desses “equívocos semânticos” que fazem a festa dos psicanalistas.

(E dos intérpretes de sonhos em geral. Lembrei de uma passagem de “A vida de Alexendre”, de Plutarco, onde o sonho de Alexandre perseguindo um sátiro é interpretado como um sinal de que era hora de invadir Tiro, “Sa Tiro” -“sua Tiro”)

Falo isso a propósito deste post de Reinaldo Azevedo sobre um texto de Kennedy Alencar. Clique aqui para ler

Reinaldo desmonta o texto e o reduz a nada. É um excelente exercício de INTERPRETAÇÃO DE TEXTO que os professores de Português e Redação deveriam estudar com seus alunos.

Porque a melhor arma contra a tirania ainda é a lógica.